Cereja do Topo, por Lorena Gonzalez.

all I want
24 de abril de 2014 às 6:49 PM | por Lorena Gonzalez Leal.
               Eu não quero que você me mande flores, eu não quero você diferente do que é, eu não quero mais nem menos. Porque a gente funciona assim, sem compromisso, sem títulos, sem cobrança. Você é um bom amigo quando eu preciso de um, mas também me dá carinho quando eu preciso. O problema é que eu ainda quero mais, eu quero um relacionamento completo, com direito a andar de mãos dadas, apresentar pros pais, essas coisas. Mas eu sei que não vou conseguir ter isso enquanto não resolver as coisas com você. Eu gosto de você, muito, mas o que eu preciso... o que eu quero, é diferente.

0 comentários


Manifesto vomitado na mesa do bar
23 de abril de 2014 às 3:47 PM | por Lorena Gonzalez Leal.
             Não é permitido dizer "eu te amo" no primeiro encontro. Também não pode rir muito alto nem emitir sons estranhos no meio da risada, não pode comer demais, nem falar palavrão. Não pode ligar pra ex, não pode dizer que sente saudades, muito menos comprar presente ou ainda se importar. Não é aceitável chorar com filmes de romance, nem dizer pros seus amigos que você os ama, é vergonhoso abraçar seus pais, ou andar de mãos dadas com sua avó. É proibido demonstrar afeto. É proibido demonstrar afeto! É proibido demonstrar afeto, ou sentir afeto, ou ser humano. O ser humano é proibido. Não pode pensar, se apegar, amar. É proibido amar e isso é lei. Lei inventada por um reizinho mandão que não sabia amar e então proibiu todo mundo que sabia. Hoje em dia ninguém mais sabe. É proibido saber qualquer coisa. Quem sabe é perseguido. É permitido perseguir, julgar, punir. Mas é proibido amar. É proibido abraçar, beijar em público, beijar mais de uma pessoa, beijar alguém do mesmo sexo. É proibido amar alguém do mesmo sexo, é proibido viver com alguém do mesmo sexo, é proibido casar, é proibido ter filhos, é proibido sair na rua, é proibido usar roupa curta e decotada, é proibido se defender, é proibido denunciar, é permitido ter medo. É proibido viver sozinho, é proibido jantar sozinho, é proibido beber sozinho, é proibido dançar sozinho, é proibido dançar. Não se pode gostar de tal música, não se pode exibir tal filme, esses livros não devem ser lidos, esse mundo ta perdido. É proibido fumar, é proibido tomar banho de mais de dez minutos, a água tem que ser racionada, a batata é doze contos, o sorriso que é de graça ninguém usa. 

0 comentários

Posts antigos. | Posts mais novos.
Lorena.

Paranaense, estudante de moda, escorpiana, chocólatra, impaciente, curiosa, desorganizada, ansiosa. Eu tenho um macaco azul e um sapo de aparelho, nunca tive amigos imaginários e no dia da Toalha eu levo a minha para todos os lugares. Dou risada em filme de terror, adoro cama-elástica, algodão doce e maçã do amor, acho divertido subir em árvores. Adoro escrever... Não me atreveria jamais a escrever um poema, sei que meu lugar é a prosa, o verso eu deixo pra quem quiser.

Sobre o blog.

"Escrevo por não ter nada a fazer no mundo: sobrei e não há lugar pra mim na terra dos homens. Escrevo porque sou um desesperado e estou cansado, não suporto mais a rotina de me ser e se não fosse a sempre novidade que é escrever, eu me morreria simbolicamente todos os dias. Mas preparado estou para sair discretamente pela saída da porta dos fundos. Experimentei quase tudo, inclusive a paixão e o seu desespero. E agora só quereria ter o que eu tivesse sido e não fui."




Agradecimentos.

Skin:Júlia Duarte.
Basecode:Jaja
Best view:Google Chrome