Cereja do Topo, por Lorena Gonzalez.

To com saudade de você
9 de dezembro de 2013 às 5:49 PM | por Lorena Gonzalez Leal.

Eu já disse incontáveis vezes que tenho saudade de você, que sinto falta dos seus beijos, que queria o seu abraço. O que eu não disse é que eu sinto falta das suas mãos subindo e descendo pelo meu corpo, lidando tão habilmente com o fecho do sutiã, adentrando a intimidade da minha calcinha. Eu sinto falta da sua boca descobrindo todos os segredos do meu corpo, o modo como ela me arrepiava inteira quando encontrava minha nuca, minhas costas, minha barriga. Eu sinto falta dos seus olhos castanhos me puxando pra perto, me desejando, me despindo, me comendo. Eu sinto falta da delicadeza dos seus dedos abrindo espaço por entre as minhas coxas, o toque suave e feroz. Eu sinto falta da sua língua brincando com a minha, passeando por meus seios, chegando até as minhas pernas e avançando ainda mais, sem timidez alguma atiçando todos os meus sentidos. Eu sinto falta dos movimentos ritmados no meu clitóris, o meu corpo se retorcendo num prazer que eu nunca imaginei sentir. Eu sinto falta de me sentir assim tão sua. Eu sinto falta de te envolver com as minhas pernas, te apertar em mim e me deixar queimar no seu fogo. Eu sinto falta de te provocar com olhares, ou palavras doces sussurradas no ouvido, e morder a sua boca até você reclamar franzindo o nariz. Eu sinto falta de te surpreender com um toque inesperado, minhas mãos escorregando pela sua calça jeans, absorvendo aquele calor tão seu. Eu sinto falta de abrir seus botões com calma, sentar no seu colo com calma, beijar seu pescoço com calma e ver seu corpo queimar com pressa. Eu sinto falta de explorar você, descobrir suas curvas, seus pontos fracos, seus desejos secretos. Eu sinto falta de sorrir tirando sua cueca do caminho enquanto você protesta baixinho, de me perder no seu sorriso, nos seus gemidos, nos seus olhos. Eu sinto falta de não te deixar levantar da cama de manhã, de te fazer perder a hora e te pedir com jeitinho pra você ficar. Eu sinto falta de sentir você assim tão minha.   

3 comentários

Posts antigos. | Posts mais novos.
Lorena.

Paranaense, estudante de moda, escorpiana, chocólatra, impaciente, curiosa, desorganizada, ansiosa. Eu tenho um macaco azul e um sapo de aparelho, nunca tive amigos imaginários e no dia da Toalha eu levo a minha para todos os lugares. Dou risada em filme de terror, adoro cama-elástica, algodão doce e maçã do amor, acho divertido subir em árvores. Adoro escrever... Não me atreveria jamais a escrever um poema, sei que meu lugar é a prosa, o verso eu deixo pra quem quiser.

Sobre o blog.

"Escrevo por não ter nada a fazer no mundo: sobrei e não há lugar pra mim na terra dos homens. Escrevo porque sou um desesperado e estou cansado, não suporto mais a rotina de me ser e se não fosse a sempre novidade que é escrever, eu me morreria simbolicamente todos os dias. Mas preparado estou para sair discretamente pela saída da porta dos fundos. Experimentei quase tudo, inclusive a paixão e o seu desespero. E agora só quereria ter o que eu tivesse sido e não fui."




Agradecimentos.

Skin:Júlia Duarte.
Basecode:Jaja
Best view:Google Chrome